Quadrinhos Pandêmicos: O BATNÓIA

“Essa chuva… essa chuva acha que pode com os nóia… coitada dela”, afirmou o homem morcego após ser demitido do supermercado onde trabalhava como vigilante

Imagem: Anderson em seu momento de catarse
por Pedro Themoteo

Após ser demitido do supermercado onde trabalhava por ter espancando um nerd que disse que Marvel é muito melhor que DC, Anderson Teixeira, um ex-vigilante de empresa de segurança, testa positivo no exame toxicológico em todas as drogas. Não podendo mais fazer seu bico como animador de festas infantis vestido de Batman devido à pandemia do novo coronavírus, Anderson assume a identidade de BATNÓIA.

Desde então, o desespero com a falta de trabalho, somados ao seu contexto de vida e ao dever cívico de vigilante noturno, fizeram com que realidade, ficção e fantasia se misturassem, bem como na vida real. A identidade de BATNÓIA é catártica e libertadora para Anderson, que explora a vida loka carioca em uma cidade fantasma cheia de oportunidades e tretas.

Siga Pedro Temotheo em suas redes sociais aqui e aqui.

Deixe uma resposta