A burrice pura e genuína de Pondé

Ele conseguiu camuflar suas limitações adornando em seu colóquio um certo verniz erudito, citando filósofos e pensadores; e a classe média gosta

O "filósofo". Imagem: reprodução
por Tom Cardoso

Nunca li um texto do Pondé. Não é por discordância ideológica – eu leio, com prazer, o João Pereira Coutinho, mesmo sem concordar com ele em quase nada. Mas dizem que o Pondé escreve como fala, o que já é uma deficiência literária, agravada no caso dele. Uma vez peguei um livro pra ler no café do Shopping Villa-Lobos e lá estava o Pondé, falando pelos cotovelos, de polo e com um charuto apagado na boca.

Contribua com O Partisano - Catarse dO Partisano

Acho que era uma entrevista, porque só ele falava, com aquela boca de piranha – deve ser o boquete mais assustador do mundo. Eu hein. Ele me lembrou de cara o Clodovil, pelo jeito pernóstico e pela burrice inflamada. Aquele tipo de burrice que a gente detecta na primeira fase, mas que no caso do Pondé não é tão perceptível assim para todo mundo.

Leia também:  Prisão hippie

Ele conseguiu camuflar suas limitações adornando em seu colóquio um certo verniz erudito, citando filósofos e pensadores. A classe média gosta de quem “fala bonito”.

Hoje eu li um texto antigo dele, que mandaram por whatssap. O título: “E se o PT voltar ao poder em 2018?”.
Alguns trechos: “Depressão, ressentimento, medo e vingança serão os afetos que definirão 2019” (Pondé e Regina Duarte deveriam construir um bunker juntos).

“O Poder Judiciário, já em grande parte na mão da “malta” do PT, servirá ao partido de forma sincera e submissa, destruindo a autonomia da Justiça. (Poder Judiciário nas mãos do PT? Esse charuto só pode ser de haxixe.)

Leia também:  A vida | por Felipe Mendonça

“O mercado também se acomodará, servindo, de novo, ao coronel Lula ou a algum genérico que o represente. Eliminarão qualquer elo na sua cadeia produtiva que suje seu nome — da empresa, quero dizer — junto à Nomenclatura.” (Cuma? É, Folha, isso é que dá mandar todos os redatores embora.)

“E chegará a vez de as Forças Armadas também serem cooptadas pela hegemonia petista. Uma vez cooptada, como na Venezuela, a regressão ao paleolítico estará plenamente realizada.” (O Frota vai acabar o processando por plágio…)

Contribua com O Partisano - Catarse dO Partisano

“Quanto à inteligência pública, essa será devastada”.
(Esse perigo, pelo menos, Pondé não corre.)

Deixe uma resposta