Gaviões fazem galinhas voarem na Avenida Paulista

Torcida organizada do Corinthians vai às ruas junto com organizações antifascistas mais uma vez para barrar manifestação fascista pró-ditadura militar em São Paulo

Imagem: Guilherme Santana/Vice
por William Dunne

Os bolsominions encontraram uma nova vocação. Além de furar quarentena, aprenderam a correr. Ou melhor, a voar. A direita se preparava para mais um ridículo ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro quando acabou cruzando com um volumoso protesto antifascista composto por torcidas organizadas. À frente da marcha, os Gaviões da Fiel, torcida organizada do clube mais popular de São Paulo, o Corinthians, traziam uma faixa em que se lia “somos pela democracia”, uma reação à pregação golpista feita abertamente com mais ênfase pelos bolsonaristas desde a crise aberta pela saída do ministro Sérgio Moro, o “Marreco de Maringá”.

Contribua com O Partisano - Catarse dO Partisano

Como na revoada das galinhas verdes, não restou aos verde-amarelos outra coisa além de fugir. Indignada, uma coxinha gravou o momento em que os direitistas se preparavam para levantar vôo. Apavorada, ela diz, “os antifas vieram guerrear”. Poucos segundos depois, vem o desesperado comando de evasão: “vamo!” Uma voz de homem, ao fundo, não se conforma, “que país!”, possivelmente indignado com o fato de que nem todo brasileiro é nazista. Divirtam-se:

Contribua com O Partisano - Catarse dO Partisano

A PM também apareceu em meio aos incidentes. Como tinha fascista apanhando, os policiais resolveram intervir para protegê-los, como mostra o vídeo filmado no local que está circulando pela Internet. Mas com ou sem polícia, as organizações antifascistas, especialmente dentro das torcidas organizadas, estão expulsando a extrema-direita das ruas.

Leia também:  Bolsonaro, Simba ou Trump: quem seria o melhor presidente?

 

Deixe uma resposta