Cachorrinha Capitu assumirá o MEC

Weintraub pediu demissão mas não ofuscou o brilho de Queiroz, preso hoje em Atibaia o ex-assessor de Flávio Bolsonaro continua abafando

Cachorrinha Capitu assumirá o MEC
Imagem: Reginaldo
por William Dunne

O ministro da Educação Abraham Weintraub caiu hoje (18). Quando seu antecessor Ricardo Vélez Rodríguez deixou o cargo parecia difícil que as coisas pudessem piorar. Mas Weintraub não decepcionou o gado bolsonarista e conseguiu esculhambar a educação no país ainda mais. Sob sua gestão bolsas estudantis foram cortadas e orçamentos de universidades apertados, porque segundo a extrema-direita todo o mundo que não é terraplanista é vagabundo. Descobrimos o que era a “escola sem partido” na prática: um ensino sem pesquisa, sem dinheiro, sem professor, sem nada.

O pai de pet estava emocionado ao informar em vídeo sobre sua saída. Ao lado de uma estátua de cera do presidente Jair Bolsonaro, anunciou que deixará o cargo para sua cachorrinha “Capitu”. Ao perguntarem se isso não seria nepotismo, Weintraub latiu: “comunista!” Com olhos oblíquos e dissimulados, a cadelinha tem a oportunidade de ser melhor que seu dono no comando do MEC. Amiga da “Pitukinha”, pet de madame criada pelo Carluxo, o “02”, Capitu só precisa fazer nada para não ser tão ruim quanto Weintraub. Pelo Twitter, Capitu rosnou quando um internauta perguntou se ela traiu. Bolsonaro rebateu: “confiança não se compra, se adquire”.

Apesar da cena tocante, Weintraub não conseguiu ofuscar o momento da estrela do dia. Depois de um ano fazendo a Kátia Cega, Fabrício Queiroz apareceu em Atibaia na casa do advogado da famiglia Bolsonaro. Capitu tem chances de começar seu trabalho sem ser alvo de muita atenção, enquanto a Globo acompanha cada passo de Queiroz de um helicóptero. Não conseguimos apurar se havia erros ortográficos ou de concordância no papelzinho que Weintraub leu enquanto anunciava sua demissão.

Deixe uma resposta